Seg, 21 de Out de 2019

Residentes realizam Seminário de Formação em Saúde do Idoso

O encontro contou com diversas oficinas para os idosos e mesas integrativas sobre: direitos dos idosos, ações de saúde do idoso e qualidade de vida.

TER, 08 DE OUTUBRO DE 2019 16:02:47

A VI turma de Residência Multiprofissional em Saúde da Família e da Comunidade (RMSFC) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), em parceria com o Centro Social Padre Arrupe (CSPA) realizou, nesta terça-feira (8), o Seminário de Formação em Saúde do Idoso. O encontro contou com diversas oficinas para os idosos e mesas integrativas sobre: direitos dos idosos, ações de saúde do idoso e qualidade de vida.



De acordo com o Ministério da Saúde, o envelhecimento da população brasileira demanda novas formas de cuidado tais como: envelhecimento ativo e saudável, atenção integral e integrada à saúde da pessoa idosa, fortalecimento do controle social, entre outros. O Seminário teve como objetivo criar um espaço amplo e democrático de reflexão e discussão sobre vários aspectos relacionados ao envelhecimento ativo, saudável e com qualidade de vida.

Na Oficina do Sorriso, ministrada pelos residentes do curso de Odontologia, os idosos tiveram a oportunidade de aprender sobre o auto exame, cuidado com os dentes, sobre as próteses, entre outros. “Nossa oficina contou com cerca de 35 participantes. O desenvolvimento da oficina deu-se com o jogo da saúde, com um tabuleiro gigante que foi utilizado abordando diversas temáticas como o auto-exame, perda dos dentes, higienização, reabilitação protética, entre outros temas”, pontua o residente Leonardo Carvalho.

Também tiveram as oficinas relacionadas à saúde mental e emocional dos idosos. A oficina “Quando a boca fala”, realizada pelos residentes do curso de Psicologia, focou na reflexão a depressão e expressão da identidade. “Nós realizamos uma dinâmica em que eles escreviam em um mural palavras que poderiam levar à depressão. E, a partir disso, realizamos uma discussão de coisas que poderiam evitar tais questões. Ao final, pedimos para eles mesmo escreverem quais palavras evitariam a depressão”, relata a residente Jhulyane Nunes.

A coordenadora da residência multiprofissional, Andréa Gomes Lima, relata que foi prestado uma assistência social e de saúde. “Fizemos uma atividade dinâmica, não só de palestras, mas com oficinas práticas que cada idoso pôde participar, escolher o que ele precisava mais”, pontua.

A dona Liêda Lino de Carvalho, de 74 anos, participou das oficinas e conta que gostou muito. “Tivemos aulas com residentes de várias áreas que são muito competentes. Pude ver como cuidar do físico e também mental. Gostei muito da ação”, finaliza.

Participaram da ação residentes dos cursos de Psicologia, Odontologia, Educação Física, Serviço Social, Nutrição,Fisioterapia e Enfermagem.

Autoria: Priscila Fernandes