Dom, 08 de Dez de 2019

Deputado Limma ressalta atuação da Articulação Semiárido Brasileiro no Piauí

TER, 12 DE NOVEMBRO DE 2019 16:28:12

O deputado Francisco Limma (PT) enalteceu o trabalho promovido pela Articulação Semiárido Brasileiro (ASA Brasil) no Piauí, na manhã desta terça-feira (12). O pronunciamento ocorreu em Sessão Solene, na Assembleia Legislativa do Piauí, que homenageou os vinte anos da articulação.



O parlamentar reafirmou o papel da ASA Brasil, uma rede capaz de integrar e fortalecer os sindicatos rurais, associações de agricultores e agricultoras, cooperativas. “A ASA é uma importante articulação que mobiliza sindicatos rurais, associações, agricultoras e agricultoras e coloca em prática as políticas de convivência com o semiárido. Estamos honrados em receber, aqui na Assembleia, os companheiros do campo e da agricultura para celebrar”, disse o parlamentar, requerente da sessão.



O coordenador do Fórum Piauiense de Convivência com o Semiárido/ASA, João Evangelista Santos, explica que as ações da rede são pautadas na cultura de estoque de água, alimentos, sementes, animais e todos os elementos necessários à vida na região.



“Quando estamos organizados conseguimos mostrar o grande potencial da região semiárida. Essa mobilização fortalece a sociedade civil na construção de processos participativos para o desenvolvimento sustentável referenciado em valores culturais e de justiça social”, afirmou.



No Piauí, a articulação começou a defender a proposta de convivência com o semiárido pela defesa do direito à água. A construção de cisternas tem sido um exemplo positivo promovido pelas entidades em parceria com ONGs, Governo do Estado, Prefeituras e órgãos públicos. Os beneficiários são famílias rurais de baixa renda que não dispõem de fonte de água ou meio adequadas de armazená-la.



Fazem parte do movimento camponesas e camponeses, agricultores e agricultoras, indígenas, quilombolas e a diversidade de povos e comunidades tradicionais em torno da agroecologia.



Estiveram presentes na Sessão Solene diversas entidades que trabalham a convivência com o semiárido. Dentre elas a Secretaria Estadual de Agricultura Familiar, Emater, Fetag, Obra Kolping, Cáritas, CEAA (Piracuruca), Centro Mandacaru (Pedro II), Articulação em Rede Piauiense de Agroecologia (Arrepia) e Centro Educacional Paulo de Tarso.