Seg, 06 de Jul de 2020

“Adiamento do Enem é o primeiro passo, mas não ameniza desigualdades entre estudantes”, diz deputado Limma

DOM, 24 DE MAIO DE 2020 11:51:01

O deputado estadual Francisco Limma (PT) definiu como acertada a decisão de adiar a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2020). Por meio das redes sociais, o parlamentar defendeu, por outro lado, que é preciso ficar atento às necessidades dos estudantes mais pobres, especialmente na zona rural.



“Com certeza, o adiamento é o primeiro passo, resultado da mobilização de estudantes, pais e responsáveis por meio das redes sociais. Mas não é o suficiente. O momento atual de pandemia aprofundou as desigualdades no nosso país. Precisamos de medidas para garantir as mínimas condições de preparação dos estudantes de baixa renda, principalmente na zona rural”, defende Limma.



O anúncio pelo Ministério da Educação (MEC) do adiamento, de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais, ocorreu após o Senado ter aprovado a suspensão da aplicação das provas do Enem 2020. A decisão foi expedida antes da votação do mesmo Projeto na Câmara Federal.



“Não podemos nos enganar, a medida do MEC é apenas uma tentativa de driblar a movimentação que acontece no Congresso. Ainda mais neste momento em que o presidente precisa dos parlamentares para evitar um eventual impeachment. O atual governo (federal) nunca demonstrou interesse em fortalecer a educação pública e de qualidade no Brasil. A luta continua”, finaliza Limma.

Últimas Ver Todas