Sex, 27 de Nov de 2020

Discurso debochado de João Vicente Claudino ganha repúdio em Água Branca

SEX, 18 DE SETEMBRO DE 2020 08:46:56

Na convenção que homologou os nomes de Zito e Ivon Lendl, a prefeito e vice-prefeito de Água Branca, respectivamente, chamou atenção o discurso debochado do ex-senador, empresário João Vicente Claudino. João Vicente, que mantem-se na política graças a seu poder econômico, mas sem simpatia popular, cantou uma música no final do discurso chamada “Pensava que era joia rara mas é bijuteria”. De forma irônica e usando a tática debochada e ultrapassada dos antigos coronéis da política nordestina, o ex-senador dedicou a música ao candidato da situação, Júnior Ribeiro.

Júnior Ribeiro é o secretário de finanças da Prefeitura de Água Branca e sobrinho do prefeito Jonas Moura, apresentado na convenção situacionista como o candidato a prefeito.

A manifestação de João Vicente Claudino causou repúdio imediato junto aos políticos e eleitores situacionista. Agora, simpatizantes da candidatura de Júnior Ribeiro fazem um protesto diferente: pedem às pessoas que não comprem na loja Armazém Paraíba – de propriedade de João Vicente Claudino. Por isso, caso você passe em frente ao Armazém Paraíba da cidade de Água Branca e veja a loja parcialmente vazia, não ache que irá fechar – como tem acontecido em muitas nos estados do Maranhão e Pará, na verdade são os simpatizantes da candidatura de Júnior Ribeiro que deixaram de comprar na loja!